Alegria

Mulheres que traem

Garota casada procura homem 15044

Primeiro passo Mesmo diante da baixa representatividade das mulheres nas duas Casas, as pré-candidatas avaliam que o Legislativo estadual é um terreno mais fértil para mudar essa realidade. Diante dessa conjuntura, Dayany Bittencourt, por exemplo, se filiou ao Republicanos em junho deste ano. Dayany acompanhou Wagner nas seis eleições em que ele se candidatou, mas, segundo ela, pretende traçar a própria história na política. E a política precisa do nosso olhar, mais sensível, mais humano. Ela acompanhou o marido e deputado estadual apóstolo Luiz Henrique PP em disputas eleitorais, mas agora pretende assumir um espaço na política. Se eleita, Gabriella deve expandir a influência familiar na política local. Patricia, inclusive, foi eleita deputada estadual em — cargo hoje almejado pela filha — e só renunciou à vaga para ocupar o comando do Executivo no berço político da família.

Historicamente alijadas da vida política, as mulheres conquistaram o direito ao voto mais tardiamente do que os homens. Como forma de corrigir esse problema de sub-representatividade, o Brasil vem adotando, desde os anos 90, uma série de regras eleitorais que visam a aumentar a quantidade de mulheres candidatas e eleitas em eleições proporcionais, isto é, aquelas para as casas legislativas Câmara Municipal, Assembleia Estadual e Parlamento Nacional. Histórico das Cotas de Representatividade No Brasil, o voto feminino só foi permitido a partir de As reformas que estenderam o voto às mulheres tornaram, também, o voto obrigatório. Entretanto, a obrigatoriedade dos votos se dirigia apenas aos homens. Emas restrições ao voto feminino foram eliminadas do Código Eleitoral, mas a obrigatoriedade do voto permaneceu como um dever puramente masculino. Apenas em a obrigatoriedade do voto foi estendida às mulheres.

Alguns chegavam a constituir uma parentela paralela. Havia situações em que as esposas tinham conhecimento dessas aventuras amorosas. Parte delas mesmo tolerava e seguia a viver matrimonial. Mas, os tempos mudaram. Hoje a mulher quer restante do que um homem ao lado. E, além disso, acredito que traio pelo ego. Na verdade, acredito que a obediência é muito mais que isso.

Leave a Comment