Atraentes

Nascimento da democracia na Grécia antiga

De mulheres 28986

Seria o fim de uma divindade? O óleo sobre tela sugere o julgamento de um dos nomes mais estimados entre os homens da Grécia Antiga. Phryne, ou Friné, foi uma mulher perdoada por carregar traços de Afrodite mesmo após introduzir crenças de outro deus em Atenas. Ela também aparece na ópera do compositor francês Camille Saint-Saëns e nos poemas de Olavo Bilacno Brasil. Mnesarete era seu verdadeiro nome. Nesse período, Friné carregava uma imagem muito distante do ofício feminino nas tradicionais famílias gregas.

A vida sexual dos homens gregos antigos, porém, era bem restante saidinha. Só recebiam visitas de outras mulheres ou parentes restante chegados. Os homens podiam ter amantes — de ambos os sexos — sem constrangimentos. Respondência homossexuais eram comuns entre homens na antiga Grécia. Os gregos eram conhecidos por nutrir amizades coloridas, mas o casamento entre dois homens adultos era reputado estranho.

Leave a Comment